terça-feira, 13 de abril de 2010

Expedição de canoagem percorrerá rio Amazonas levando educação e cidadania às comunidades ribeirinhas‏

Serão mais de 25 dias de viagem entre Manaus/AM e Santarém/PA entregando donativos em povoados localizados nos locais mais ermos da Selva Amazônica. A largada da aventura acontece nesta segunda-feira (19) no conhecido encontro das águas dos rios Negro e Solimões.

A canoagem é um dos esportes com mais contato direto com a natureza, fato que proporciona aos praticantes uma sensação de liberdade e bem estar durante o exercício físico.

Agora, imagine isto tudo numa expedição de caiaque que percorrerá mais de 2.500 quilômetros no famoso rio Amazonas e que ainda levará donativos e educação a várias comunidades ribeirinhas localizadas nos lugares mais ermos da Selva Amazônica.

Trata-se da 1ª Expedição Manaus/Santarém/Belém que busca se firmar como uma das maiores iniciativas de ajuda social da região Norte do país.

A largada da aventura acontecerá às 9hs da próxima segunda-feira (19/09) no mundialmente conhecido encontro das águas dos rios Solimões e Negro, em Manaus/AM.

Ao todo serão mais de 2.500 km de caiaque pelo maior rio do mundo, passando por comunidades ribeirinhas, vilarejos, desafios, obstáculos e muitas belezas naturais.


Os objetivos da expedição são mostrar as belezas naturais dos estados do Pará e Amazônia por meio de materiais coletados por um jornalista e uma publicitária que participarão da aventura; sensibilizar a população a respeito da importância da preservação ambiental da região; distribuir às comunidades ribeirinhas, localizadas em regiões de dificílimo acesso, donativos (livros, roupas e brinquedos) e promover palestras educacionais; valorizar e enaltecer os hábitos e costumes do povo brasileiro destas regiões; além, é claro, divulgar e massificar a prática da canoagem em todo o Brasil.

Esta será a primeira vez que a expedição percorrerá o trecho entre Manaus e Belém. As duas últimas edições foram realizadas de Santarém à Belém, mas devido ao grande sucesso que a aventura teve nos últimos anos, agora em 2010, a expedição foi incrementada para atender mais pessoas e regiões.


Este ano foram firmadas parcerias com escolas da região que estão arrecadando os donativos a ser entregues na viagem.

Também já existe uma parceria com o programa Ação da Cidadania que doará cerca de 30 mil livros a serem distribuídos nas comunidades ribeirinhas.

Segundo Evaldo Malato, presidente da Federação Paraense de Canoagem e organizador e idealizador da expedição, a evolução gradual e significativa da expedição se deve ao crescimento do apoio que o evento está recebendo nos últimos dois anos.

“Nossa intenção é despertar, não apenas no Brasil, mas sim em todo o mundo, a conscientização das responsabilidades sociais e ambientais que as pessoas precisam ter. Estamos fazendo nossa parte com o intuito de disseminar essa idéia e fazer desta viagem um exemplo para muitas outras”, disse Malato que aposta que o crescimento do apoio do projeto também se deve a maior credibilidade que a expedição teve com a realização das últimas duas edições.

“As pessoas não nos olham mais como malucos aventureiros (risos). Agora, somos vistos como exemplos de cidadania e a cada dia que passa conseguimos mais parcerias para este projeto que tanto nos orgulha”, comentou.


A expedição, organizada pela Associação Ecológica de Canoagem e Vela de Belém (AECAVBEL) e coordenada pelas Federações de Canoagem do Pará e Amazonas, será composta por guias de viagem, um jornalista, uma publicitária, policiais, atletas, entre outros.

A 1ª Expedição Manaus/Santarém/Belém, uma fantástica aventura da remo, conta com apoio do Governo do Estado do Pará, Prefeitura Municipal de Belém, Programa Ação Social, Nova Pontual, Escola Santa Emília, Solve Engenharia, Canto Advocacia, Enart, Transmare, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

Saiba sobre as expedições anteriores nos links:

Canoagem Tradicional torna-se objeto de estudo científico no Pará
A Canoagem Tradicional, modalidade recém introduzida no quadro da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), antes mesmo de ser reconhecida como esporte pela entidade sempre foi uma atividade de forte cunho cultural e econômico em diversas comunidades ribeirinhas existentes no Brasil.
SAIBA MAIS EM:
http://www.cbca.org.br/newcbca/imprensa/noticia/paginas_id/166/noticias_id/1568


Canoagem Tradicional também é destaque no site da CBCa
Além das modalidades esportivas como a Canoagem Velocidade, Canoagem Slalom, Rafting, entre outras, o site da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) tem a partir desta semana um espaço destinado para divulgar as notícias sobre a Canoagem Tradicional, importante fator cultural num país com tantos recursos hídricos como o Brasil.
SAIBA MAIS EM:
http://www.cbca.org.br/newcbca/imprensa/noticia/paginas_id/166/noticias_id/1564


Exemplo e vida para o esporte brasileiro
“Um grande exemplo de vida para todo o Brasil aplaudir”. A frase do presidente da Federação Paraense de Canoagem, Evaldo Malato, sobre o canoísta carioca de 72 anos, Humberto Campos, é motivo de incentivo para muitas pessoas praticarem esporte, independentemente da idade que possuem.
SAIBA MAIS EM:
http://www.cbca.org.br/newcbca/imprensa/noticia/paginas_id/166/noticias_id/1424


Trabalho sobre a construção de canoas em Belém do Pará
SAIBA MAIS EM:
http://www.cbca.org.br/newcbca/imprensa/noticia/paginas_id/166/noticias_id/1419


Uma aventura em amor à canoagem
A 2ª Expedição de Canoagem Santarém-Belém terminou no dia 26 de abril, na capital do Pará, com muito mais sucesso que a edição anterior. Este ano a expedição composta por sete canoístas, além de percorrer mil quilômetros pelas belezas do rio Amazonas e seus afluentes, também levou cultura e educação pelos pequenos municípios e comunidades ribeirinhas de difícil acesso e localizadas na maior bacia hidrográfica do mundo.
SAIBA MAIS EM:
http://www.cbca.org.br/newcbca/imprensa/noticia/paginas_id/166/noticias_id/1383


Canoagem, cultura e aventura
A equipe de composta pelos canoístas Evaldo Malato, José Agmarino (atleta para-olímpico), Humberto Campos Ivaldo Rostand, Jaime Godinho, Patrick Lauro e Wilson Faria partiram, neste domingo, do Terminal Fluvial de Santarém rumo à Belém, para percorrer mais de 1.200 quilômetros nos encantos da Floresta Amazônica levando muita cultura, esporte e conscientização ambiental para as populações ribeirinhas de difícil acesso da região.
SAIBA MAIS EM:
http://www.cbca.org.br/newcbca/imprensa/noticia/paginas_id/166/noticias_id/1373


Remando nos encantos da floresta Amazônica
A floresta Amazônica é uma das três grandes florestas tropicais do mundo e a maior parte de seus sete milhões de km² é composta por um dos maiores ecossistemas do planeta, carasterística de um local repleto de encantos e perigos. É neste panorama que uma equipe de canoístas brasileiros parte em rumo da 2º Expedição de Canoagem Belém-Santarém, uma aventura à remo por 1.200 km no leito do Rio Amazonas, marcada para começar no dia 12 de abril em Santarém.
SAIBA MAIS EM:
http://www.cbca.org.br/newcbca/imprensa/noticia/paginas_id/166/noticias_id/1348


Primeira Expedição Santarém / Belém
SAIBA MAIS EM:
http://www.cbca.org.br/newcbca/imprensa/noticia/paginas_id/166/noticias_id/1162

Um comentário:

  1. ola estou fazendo um trabalho de escola sobre o waveski

    ResponderExcluir